No meio do meu caminho tinha uma batata

Deixe um comentário
Política(s) / São Paulo
Pq. Dom Pedro, São Paulo - SP

O alimento do pobre, Pq. Dom Pedro (07/10/09)

À caminho da faculdade, quase 10h do dia 07 de outubro, olho pela janela do ônibus. Em frente ao Terminal Parque dom Pedro (antigo centro de São Paulo), há diversas barraquinhas com verduras, legumes e frutas à venda.

Observo um homem, alto, jovem, negro com aparência de 40 anos no máximo.  Ele  se serve daquilo que não é vendável, daquilo que é resto. Colhe as batatas do chão, como se estivesse na feira. No meio do caminho há “pedras” e diariamente encontramos por ali pessoas que se alimentam do lixo, pessoas que se confundem, debaixo dos panos e papelões, com os cachorros. Crianças descalças no frio dividem as calçadas com os ratos.

Há drogas? há cola, talvez para aquecer do frio ou para espantar a fome, porque para estas crianças, nem há batatas !

The Author

jornalista, autora do livro de reportagens Mulheres Extraordinárias, Paulus Editora

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s