Laura Chinchilla, 1° mulher a chegar à presidência na Costa Rica

Deixe um comentário
América Latina / Correndo o mundo... / Cultura / Mulher / Política(s)

Laura Chinchilla

Laura Chinchilla, 50 anos, tornou-se nesse domingo (07/02), a primeira mulher a chegar à presidência da Costa Rica. Graduou-se em Ciência Política em San José e aprofundou os seus estudos em Segurança Pública na Universidade de Georgetown (EUA). É casada desde 2000 com o advogado espanhol José María Rico, seu segundo marido. Com perfil político associado à ideologia de esquerda e ligada a movimentos religiosos, Chinchilla tem posições conservadoras sobre temas como aborto e reconhecimento de união civil entre pessoas do mesmo sexo. Foi eleita pelo PLN – Partido Liberação Nacional, com 47% do total de votos, com folgada margem sobre os 40% que ela precisava para se eleger no primeiro turno.

Punto guanacasteco

Costa Rica
A Costa Rica localiza-se na América Central, sua capital á San Jose. Possui 4,5 milhões de habitantes, os costarriquenhos ou costarriquenses que falam espanhol. Predomina no país o cristianismo, com 80% de católicos, 15% protestantes de e 5% de adeptos de outras religiões. A Costa rica divide-se em sete provincías, o presidencialismo é sua forma de governo, e os principais partidos políticos são a PUSC – Unidade Social Cristã e PLN – Libertação Nacional (da presidente eleita). Sua Constituição Federa está em vigor desde 1949. O país foi descoberto e, provavelmente, batizada por Cristovão Colombo, em sua quarta viagem à América, em 1502. Havia na região cerca de trinta mil indígenas, divididos em três grupos: güetares, chorotegas e borucas. Encontrados os primeiros indícios de ouro, usado em ornamentos indígenas, os espanhóis planejaram um núcleo de colonização sob o comando de Bartolomé Colombo, irmão do descobridor. Expulsos logo a seguir pelos indígenas, só conquistaram a região em 1530. Antes de tornar-se província da capitania-geral da Guatemala, em 1540, Costa Rica chamava-se Nova Cartago. Os limites demarcatórios foram fixados entre 1560 e 1573.

cozinhando em Basa

A comida costariquense não é muito codimentada, constituída à base de arroz, feijões, plátano maduro (banana), milho, verduras, carne, frango ou pescado e servida com tortillas (tipo de pão) de milho. Um dos pratos típicos é o “Casado”, composto de carne ou frango ao molho, acompanhado de arroz, feijões, plátano maduro, salada e purê de batata. Em alguns lugares, vem acompanhado também de ovo ou abacate. A dança nacional é chamada de “Punto guanacasteco”. As Principais universidades são Universidade da Costa Rica e Universidade Autônoma da América Central. A educação pública recebe cerca de 25% do orçamento nacional. A escolaridade primária é obrigatória e 90% da população é alfabetizada. A Literatura é uma das mais recentes da América Central. Destacam-se Ricardo Fernández Guardia, historiador do período colonial e Aquileo Echeverría, o mais popular poeta costarriquenho.

literatura é uma das mais recentes da América Central. Destacam-se Ricardo Fernández Guardia, historiador do período colonial e Aquileo Echeverría, o mais popular poeta costarriquenho.

The Author

jornalista, autora do livro de reportagens Mulheres Extraordinárias, Paulus Editora

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s