Pastoral Carcerária ganha prêmio de Direitos Humanos

Deixe um comentário
Política(s) / Religião

foto de Luciney Martins

A Secretaria de Direitos Humanos da Presidência da República (SDH/PR) divulgou hoje (19) os vencedores da 16ª edição do Prêmio Direitos Humanos. A premiação será realizada no dia 13 de dezembro de 2010, em Brasília. A Pastoral Carcerária foi premiada graças à relevância destacada na prevenção e no combate à tortura em locais de privação de liberdade, considerando serem as prisões o lócus de sua atuação. A Pastoral reúne voluntários que realizam visitas regulares nessas instituições, com vistas a proteger a dignidade humana.

Dentre suas ações destacamos também as denúncias de violações de direitos a instâncias nacionais e internacionais, como a Comissão Interamericana de Diretos Humanos e a participação ativa nos Comitês Estaduais e no Comitê Nacional de Prevenção e Combate à Tortura. Considerando pertencer ao segmento sociedade civil, a Pastoral se destaca por sua atuação expressiva e cotidiana em presídios, inclusive ofertando assistência jurídica aos que lá se encontram privados de liberdade.

Destaca-se também a recente publicação de relatório de denúncias de tortura no sistema penitenciário. na presença do ministro da SDH Paulo Vannuchi. O Prêmio Direitos Humanos é a mais alta condecoração do governo brasileiro a pessoas e entidades que se destacaram na defesa, na promoção e no enfrentamento e combate às violações dos Direitos Humanos em nosso país.

A divulgação de ações relevantes praticadas em prol dos direitos fundamentais inerentes a todos os seres humanos através de um prêmio com envergadura nacional é de suma importância, tanto para o reconhecimento daqueles que atuam com consciência humanitária, como para a ampliação da sensibilidade da sociedade brasileira sobre a necessidade do respeito aos Direitos Humanos. O Prêmio, nesse sentido, é um importante elemento de Educação em Direitos Humanos pela sua capacidade de colaborar para a construção de uma cultura de paz na sociedade.

O Prêmio Direitos Humanos é a mais alta condecoração do Governo Brasileiro a pessoas e entidades que se destacaram na defesa, na promoção e no enfrentamento e combate às violações dos Direitos Humanos em nosso país. Constituída por personalidades nacionais ou indivíduos com notórios serviços prestados à causa dos Direitos Humanos no Brasil, e presidida pelo ministro Vannuchi, a Comissão de Julgamento contou com a presença de José Geraldo de Sousa Junior, Matilde Ribeiro, Maria Victoria Benevides, Solon Viola e Alci Marcus Ribeiro Borges.

The Author

jornalista, autora do livro de reportagens Mulheres Extraordinárias, Paulus Editora

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s